terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Aiii a minha vida




Ora, ontem foi um dia bom, o Matias não teve nenhum desequilíbrio nem andou a dar cabeçadas em tudo quanto é sítio. Como é costume, deixo-o sair de manhãzinha para o pátio das traseiras que dá acesso a um terreno com campo. Não tem rua próxima e fico mais descansada por isso. Mas não é que pouco depois me aparece com uma arranhadela na tromba?! Mas anda uma dona a criar um gato para isto?
Eu mato-me a poupar para o tratar e ele anda na gandulice sujeito a magoar-se, e lá tenho eu que correr com ele para o veterinário outra vez! Ficou de castigo o dia todo, é que nem o deixei colocar a ponta do focinho fora da janela.

E ele, chateado com certeza... enfiou-se a tarde toda a dormir dentro de uma caixa de cartão que temos dentro do fogão de sala, e que serve para ir buscar lenha lá fora. É a caixa de cartão onde veio a nossa impressora já há alguns anos. Uma caixa resistente que aguenta com a lenha e com o Matias :)

O que é certo é que, espreitando para ver se ele estava a dormir lá dentro, vinha um bafo quentinho que até dava gosto. Está-se mesmo bem por lá. Tenho que ver se arranjo uma caixa de cartão para mim, tem é que ser maiorzinha um bocadinho, porque tem estado um frio que não se pode :)

Ontem, o Matias foi apelidado de "sem-abrigo" já que eles usam muito os cartões para dormir na rua. E olhem que tenho pensado muito neles, ser sem abrigo não é fácil mas com este frio e esta chuva, deve ser um verdadeiro tormento.

11 comentários:

Cláudia M. disse...

Olá, cá estou eu!! :)

Esse gato é a coisa mais fofa, ele tem que ficar bom! Olha só para essa carinha larocas, tão querido!

Obrigada pelo convite, é um prazer poder partilhar o diário dos peludinhos...

beijinhos e até breve

argas disse...

Obrigado por me dares acesso :)

Tive a ver os tópicos mais antigos...e tadito dele no vídeo, dá mesmo dó...:( Mas aqui na caixinha, todo "arrumadito! até dá gosto ver :D

ameixa seca disse...

Cláudia M, todos os gatos são... é impossível resistir-lhes. Infelizmente, até os bonitinhos ficam doentes :)
Argas, o vídeo mete mesmo impressão. Agora vamos esperar que o professor de veterinária especializado em neurologia nos ajude :)

Cuca disse...

Obrigada por me teres dado acesso!!! O matias é um gato mesmo possuído!! Atirar-se ao poço... Ai ai! E eu que adoro gatos delicio-me a ver as fotos dele!
Beijocas*

ameixa seca disse...

Cuca, somos dois possuídos. Aliás, cá em casa ninguém bate lá muito bem :)

Ginja disse...

Hehehe...k malandro este possuido...mas k fofo ao mesmo tempo. o meu gato tb adora enfiar-se em caixotes e sacos, fica escondido pa ninguem o ver. e dp anda a dona feita tola a procura de sua excelencia, k nem mia a avisar. sao tao fixes os gatos. é realmente impossivel resistir-lhes. espero sinceramente k o matias fique bem. beijinho.

ameixa seca disse...

Ginja, a semana passada andei 10 minutos à procura dele, já passava da meia noite. Fui lá fora para ver se ele se tinha escapado mas não... não o via em lado nenhum. Procurei debaixo das camas, abri os guarda-roupas, tudo e fui dar com ele enfiado nesta caixa, dentro da lareira :)

RUTE disse...

Não querendo tirar-te razão, porque a tens. Não há dúvida que ser sem abrigo não é fácil. Mas sabes que há muita gente que é "sem abrigo" porque "quer"?

Não é bem o querer...é mais o preferir. Pois a vida cheia de obrigações e responsabilidades é um tormento maior do que simplesmente viver ao relento.

Ou seja, o que eu quero dizer é que a vida dita normal é dificil de aguentar: trabalho, familia, problemas financeiros, mil e uma obrigações, etc etc... Então há pessoas que não conseguindo aguentar esta pressão largam tudo e vão viver para a rua, onde não há renda para pagar, casa para limpar, roupa para lavar e passar, filhos para levar à escola, horários para cumprir... Essas pessoas foram vencidas pela vida, deixaram de lutar. Entregaram-se a uma vida mais fácil: à sopa dos pobres, aos abrigos municipais, aos bancos de roupa, aos bancos de jardim...

É uma realidade muito triste :(

ameixa seca disse...

Rute, claro que sim. Eu sei disso mas, de qualquer das maneiras, não é fácil. São pessoas com problemas e isso nunca é bom. Tenho pena deles pela condição em que escolheram (ou não) viver! E eu não sei ainda o que vai ser de mim :)

Canela disse...

Sabes que quando faz muito frio,tambem penso nessas pessoas?Não me sinto invulneravel a isso,pode acontecer,às vezes basta o desemprego e o não conseguir um novo trabalho....
Não gosto de opinar sobre o que desconheço,mas acho a vida deles mais dificil do que a minha ou duma pessoa normal,mesmo cheia de obrigações,problemas e demasiado trabalho.
Um beijo para ti e uma festa para o fofinho.

ameixa seca disse...

Canela, nós não sabemos o dia de amanhã. A vida muda num segundo, mesmo não querendo, às vezes ficamos de mãos atadas e sem saber o que fazer. Óbvio que a vida deles é mais difícil que a nossa. Mesmo se escolheram viver assim, a condição desumana em que vivem não e de convivência fácil para eles. Bom fim de semana :)